Pesquise algo

terça-feira, 5 de novembro de 2019

É difícil poupar muito? Então se cuide, você trabalhará por mais tempo

Em uma recente matéria da Megan Leonhardt no site da CNBC, é afirmado que, para se aposentar aos 65 anos, a Geração Y (Millennials) precisará economizar quase metade de seu salário por ao menos 30 anos.

Apesar de ser uma interpretação do cenário americano, que difere bastante do brasileiro, o estudo parte da premissa de que a rentabilidade futura tende a cair bastante e a tributação tende a aumentar, o que parece também se aplicar ao quadro brasileiro.

É uma perspectiva extremamente desafiadora para as novas gerações, ainda mais se considerarmos que a taxa média de poupança do brasileiro é claramente inferior a do americano. Aliás, o brasileiro médio sequer possui o hábito de poupar para a velhice, já que 56% da população não poupa nada (ou não consegue poupar).

Reconhecendo que conseguir uma taxa de poupança acima de 50% é algo muito difícil, a matéria da CNBC, mais voltada aos casos majoritários (em que as pessoas não poupam o necessário), sequer menciona o FIRE como possibilidade de se evitar a aposentadoria regular ou até mesmo tardia. Na verdade, o ceticismo (ou pragmatismo) é tanto que a sugestão principal é que as novas gerações se preocupem principalmente em ter saúde, em manter hábitos saudáveis, para que na velhice continuem capazes de trabalhar, mesmo que parcialmente.

Em outras palavras, se ter taxas de poupança muito altas se mostrar uma tarefa inviável, o dever de casa é ter ao menos uma fonte de renda, sendo que a mais comum é através do trabalho. Portanto, é fundamental que as pessoas se mantenham antenadas às exigências do mercado de trabalho, se capacitando de modo contínuo, para que sempre estejam em situação competitiva para garantir no mínimo uma fonte de renda. 

E você, consegue ter uma taxa de poupança alta? Mesmo que sim, não deixe de ter hábitos saudáveis. 

10 comentários:

  1. Busco poupar no mínimo 50% do q ganho. Abaixo disso fico muito incomodado. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso, aí Gari!
      Tendo como manter uma taxa alta de poupança assim, sem comprometer a qualidade de vida presente, está ótimo.
      Abraço.

      Excluir
  2. Isso pq ainda moro com os pais e ajudo nas despesas. Agora morando sozinho, tentaria no mínimo 30% por mês. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No meu caso, as despesas com moradia são a minha maior questão no campo de gastos. Cerca de 33% dos meus gastos mensais são com moradia.

      Excluir
  3. Oi Maximizador, a minha taxa de poupança atual está em 70%, mas foi um processo longo até conseguir chegar nesse número. Aprendi a fazer escolhas inteligentes, e apesar de poupar grande parte do salário, nós (eu, meu marido e minhas filhas) temos um padrão confortável de vida. Beijos. Yuka.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Yuka!

      Sem dúvidas é uma taxa fantástica, bem fora da curva. E é bem isso que você falou, dificilmente as coisas acontecem do dia para a noite. Eu não sou da área de administração, e isso deve ser uma concepção bem ultrapassada, mas é meio que o ciclo PDCA, né? Aquele "plan, do, check and act". A vida é muito isso, um processo de melhoria constante.

      Abraço.

      Excluir
  4. Olá Max. Minha tx poupança tento manter sempre acima de 50% mas não é fácil mas acho que ainda é mais fácil do que manter hábitos saudáveis sempre ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, AA40!

      Haha, pois é, são missões bem complicadas. De qualquer forma, é bom tentar ter um equilíbrio, para que tenhamos os meios materiais e físicos para ter uma vida boa.

      Abraço.

      Excluir
  5. Gostei do Conteúdo Maximizador. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jovem Aportador.

      Obrigado pelo elogio. Comecei faz pouco tempo e aos poucos vou tentando melhorar o blog e o conteúdo das postagens.

      Abraço.

      Excluir